quinta-feira, dezembro 21, 2017

CUIDAR

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

O INSTITUTO CUIDAR EM PSICANALISE, vem se consolidando como escola de psicanálise cujo diferencial está na praticidade e ajuste das teorias em sentido real ao nosso dia dia, com conteúdos que ajudam na condução de conflitos rotineiros bem como formação que capacita a ser Psicanalista em dois anos. 

Venha conhecer nossas instalações e proposta de ensino .



2018 - O Ano da ALMA !!!


segunda-feira, dezembro 11, 2017

O OUTRO E EU



    (Ilustração: Frank Renlie - O Estadão )

Quando olhamos e julgamos um comportamento no outro, na verdade olhamos e julgamos a nós mesmos.

Aquilo que encontramos no outro nada mais é que aquilo que temos como referência da nossa verdade, do nosso mundo interior.

O nosso mundo interior é composto das nossas experiências de vida, que refletem os valores que nela foram construídos, associado as nossas fantasias.

Nosso inconsciente atua através da representação, associação ou da transferência, tudo aquilo que vemos no outro é algo que pertence exclusivamente ao nosso Mundo Interior, portanto o olhar direcionado por nós carrega apenas uma verdade que é exclusivamente nossa.

Assim, quando julgamos o comportamento alheio estamos nos deparando com as nossas próprias dores, com tudo que não conseguimos compreender, resultante do nosso desamparo emocional. O julgamento é o encontro direto de algo que não desejamos ser e que encontramos no outro.

Atue sobre o que gera a incompreensão do outro, é uma ferramenta para entender e então ressignificar aquilo que gera a incompreensão de si e Seja Feliz!

Luís Guilherme Campos Santos

sexta-feira, setembro 01, 2017

Ressignificar o passado, um alívio para o presente, uma nova expectativa para o futuro.



Viver nos dias de hoje é um grande desafio para o nosso sistema emocional.

Nos últimos quatro anos o uso de antidepressivos cresceu 45% no Brasil, o que nos classifica como o país líder entre os “farma emergentes”.

Dados apresentados pela Previdência Social indicam que os transtornos mentais, emocionais e sociais sobem no podium em terceiro lugar entre aos motivos de afastamento do trabalho.

Mas o que sentimos hoje é construído durante toda a nossa vida. Os nossos desejos, medos, nossas satisfações, frustrações são oriundos das nossas experiências, da forma que enxergamos os acontecimentos vividos e do peso que damos as coisas.

A depressão é a dor que vivemos hoje por aquilo que já passou. Para exemplificar, nos tornamos reféns do passado quando deixamos as dores vividas influenciarem no nosso processo de vida hoje.

Um fato ocorrido durante a infância gera bloqueios e dores durante toda uma vida, pois de alguma forma acreditamos que aquela dor é tão presente que criamos mecanismos de defesa para evita-la. Assim vivemos nos defendendo dos abandonos, desprezos, castigos, das humilhações, grosserias, indiferenças, descrenças, egoísmos, pressões e culpas colocadas em nós em nossa infância.

São estas dores que trazemos para a nossa fase adulta e que nos engessa nos obrigando a replicar os comportamentos aprendidos, mantendo-nos presos na dor vivida.

Precisamos entender e dar um novo sentido para aquilo que nos ocorreu. Olhar para as experiências traumáticas e trazer um olhar para aquilo que nos gera sofrimento é o caminho para entendermos que o que aconteceu em nossas vidas não será mudado, mas o sentido dado para aquela experiência pode ser ressignificado.

Assim, quando ressignificamos as dores do passado nos oportunizamos para viver um presente livre desta carga emocional e nos prepara para um futuro novo livre do valor que aquela dor nos trazia.

Viva melhor, ressignifique aquilo que te traz sofrimento, liberte-se das amarras do passado e seja Feliz!