terça-feira, maio 08, 2012

Reencontro - O Caminho para Ser Feliz


Por vezes pensamos que tudo acabou.

Aquela relação que até outro dia nos fazia sentir um frio na barriga, aquela amizade que nos permitia chorar e nos servia de colo, aquela presença que nos fortificava passam a ser questionadas e passamos a acreditar que o afeto e o sentimento que dispúnhamos não existem mais ou não é retribuído.

O Ser humano vive um processo de constante mutação e sua presença psicológica acompanha e se modifica a cada instante.

Nem sempre o que percebemos hoje será percebido amanhã ou nem sempre o que entregamos hoje será sentido pelo outro amanhã.

Quando rompemos uma relação muitas vezes buscamos romper uma situação específica em nossas vidas e a ausência desta relação não é o foco inicial desta separação.

Deixamos nos levar pelo impulso e tomamos decisões sem refletir corretamente sobre a decisão que queremos tomar. Na sequencia racionalizamos aquela decisão que buscamos torná-la verdadeira e então com o tempo quando nosso ego afasta-se da situação percebemos que não era aquilo que gostaríamos de ter feito e que a distância e o rompimento nos fez bem.

Reinventar as relações pode ser um caminho para modificar os sentimentos “tortos” e que muitas vezes nos fazem desistir das pessoas e dos relacionamentos.

O primeiro exercício é distanciar nos momentos decisivos o nosso ego, deixar aquela voz que diz que “não precisamos de ninguém”, “que somos autossuficientes”, “que podemos tudo” de lado, afaste-se da situação.

Na sequencia avalie o que realmente sentes e o que vale a pena na sua vida, o bem e o que aquela relação te trouxe ao longo do tempo.

Não cristalize os seus sentimentos, deixe o orgulho de lado e reveja o que você tem de mais precioso que é o que sente o seu coração. A mágoa é um sinal de amor, rever a mágoa pode te mostrar que o amor é muito maior e mais importante que qualquer outra situação ocorrida.

Não permita sofrer pelo orgulho, alinhe seu ego ao seu eu verdadeiro e quebre os valores e os  paradigmas que te condicionam e não te permitem ser flexível.

Nossa experiência terrena é tão curta que não podemos desperdiçar oportunidades e nos afastar daqueles que podem nos ajudar a viver melhor.

Quebre o que te machuca, reinvente suas relações, reencontre caminhos para uma convivência melhor com as pessoas, compreenda que a ausência muitas vezes é um momento, perdoe as fraquezas e intransigências, entregue sempre o seu melhor e Seja Feliz!

Abraço,

Luis Guilherme Campos Santos

3 comentários:

Rosangela disse...

Luis,

Tem coisas que são difíceis e ficam mais fáceis depois que passamos pela situação. Lindo texto,

Beijos

Anônimo disse...

Sorte das pessoas que podem conviver diariamente com você e usufruir de tanto carinho, sabedoria e bondade. A cada dia mais, tenho certeza que você foi feito pra mim.

Bjo.

Amália disse...

Lindo texto! Um reencontro com nossos valores sempre nos ajuda a redirecionar nossas vidas,

Beijo Grande,


Amália