sexta-feira, maio 13, 2011

Quando nos Permitimos Crescer



Tudo está dentro de nós. Os nossos sonhos, as nossas vontade, o nosso poder de realização, de ressignificação, de conquista e de conclusão.  

Tudo o que conquistamos e buscamos é proporcional a nossa crença. Somente quando acreditamos no que idealizamos é que partimos para a grande conquista do nosso ideal.

Fernando Pessoa disse que “somos do tamanho de nossos Sonhos”, mas darei um passo para trás para transcrever a célere frase, Somos tão Grandes quanto capacidade de mudar o que nos impede de realizar  aquilo  que sonhamos.

Pois sonhar apenas não basta se não extrair de ti a força para o movimentar na direção do seu desejo. 

O primeiro passo é dar clareza aos seus objetivos. Não chegamos a lugara algum quando não estamos certos daquilo que queremos. A incerteza trava qualquer processo de evolução.

E quando estamos certos do que queremos precisamos dar o segundo passo que é acreditar na nossa capacidade de concretizar. Nosso mundo interior introjeta tantas inverdades colocadas ao longo de nossa formação que por vezes precisamos ressignificar muitas crenças, destruir as imagens criadas como se fossem verdades absolutas.

E por fim temos que planejar e agir em cima dos nossos sonhos. Pois a falta de movimento é mais uma forma de auto sabotagem. Para se livrar de uma  frustração preferimos muitas vezes fugir do desafio de uma conquista. Assim não sofremos com a derrota.

Então para planejar temos que crescer, virar adultos de verdade. As crianças é que tem dificuldades em perder, não veem evolução nas perdas, não crescem com seus erros. As crianças muito gratificadas não conseguem entender que vezes se ganha e vezes se perde. Então fazer esta criança crescer vai te dar músculo para brigar pelos seus objetivos.

Precisamos rever aquilo que acreditamos, que nos foi colocado, para entendermos que o maior movimento que temos a fazer é interior. Esta é a nossa grande conquista.

Permita-se crescer e conquiste o que há de melhor para a sua vida e seja feliz!



Luis Guilherme Campos Santos